Economia Verde: Vida sustentável e Consumo Consciente

Economia Verde: Vida Sustentável e Consumo Consciente

Eficiência energética, reciclagem, alimentação saudável e segurança são alguns dos itens de uma vida sustentável. O Programa Adinox Ambiental trata destes temas principalmente por que os produtos inox compõem os ambientes valorizando a estética, a leveza e o designer criativo.

“A tecnologia deve estar a serviço da economia de processos. Agora chegou a vez da indústria criar soluções no contexto das casas inteligentes com a visão de vida sustentável e consumo consciente”, avalia Daniel Parma, proprietário da Adinox.

Essa visão faz sentido, principalmente por que as pessoas, ao comprarem um produto vão rastrear a pegada e valores da empresa que produz os bens. Essa consciência é em decorrência da constatação que a economia global, medida pelo somatório do PIB dos países, cresceu cinco vezes. Em contrapartida, aproximadamente 6% dos ecossistemas mundiais foram degradados.

Desse pensamento surge a Economia Verde. A qualidade de vida está diretamente associada atitudes sustentáveis. O filósofo austro-francês, André Goz diz, “para a ecoeconomia, é preciso parar de crescer em níveis exponenciais e reproduzir – ou “biomimetizar” – os ciclos da natureza: para ser sustentável a ecoeconomia deve caminhar para ser cada vez mais parecida com os processos naturais”.

Por esse motivo os condomínios estão ávidos por soluções que gerem menos impacto ambiental e economia. O conceito de smart home, casa inteligente também integra este cenário.

O perfil do consumidor mudou. O comportamento, a forma de pensar e decidir levam sim, em consideração a visão de mundo. Investir na sustentabilidade pode ser visto como inovação para elevar a competitividade no mercado.

Com essa leitura a Adinox está tecendo alianças com empresas que comungam esse pensamento, iniciando também estudos de IoT (Internet das Coisas). Outro pensamento de André Gorz é que a conduta ética de consumo deve evitar o “quanto mais, melhor” e a lógica do “isso me basta”.

Se formos considerar que o padrão de propriedade sendo substituído pelo conceito de uso, ou seja, a tendência de “Uberização da Economia”, Uber é uma palavra de oriem alemã que significa super, muito melhor. Atualmente o termo Uberização faz menção ao novo formato de fazer negócios, apiado nas tecnologias móveis, que ligam o consumidor ao fornecedor de produtos e serviços da forma mais direta possível.

Unir estratégia econômica com responsabilidade social e ambiental faz sentido e os grupos de networking que prezam estes valores estão crescendo, unindo empresários em torno de valores.

Empresas inteligentes podem tirar vantagens sobre os valores do impacto social e empreendedorismo social. As estratégias de posicionamento de marca associadas a ativação de redes de inovação criam ambientes de aceleradoras.

Nos próximos posts estaremos apresentando as parcerias que a Adinox Ambiental está tecendo dentro da visão de Economia Verde, visão que atrai cada vez mais síndicos e pessoas antenadas com valores do consumo consciente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *